Quadros contam a história de Rio Preto
(017) 99621-4648

Quadros contam a história de Rio Preto

Não é só em documento que a história antiga está registrada. A memória de Rio Preto também pode ser conhecida nas vibrantes cores das artes plásticas. Cláudio Malagoli produziu, na década de 1980, uma rica coleção composta por 31 quadros. A série, batizada como ‘Colorindo Rio Preto e Branco Antigo’, consumiu uma década de trabalho.
 
As telas foram criadas a partir de fotografias tiradas em preto e branco que retrataram lugares importantes, como a capela erguida assim que o vilarejo se formou, a antiga igreja matriz, praça São José nos anos 1900, o cruzeiro, a rua João Mesquita e a primeira casa. O artista, por sua vez, colocou cores nas telas. A leitura especial resultou na criação de um trabalho especial.
 
A coleção foi adquirida pela Secretaria Municipal de Cultura e está exposta no segundo andar da Biblioteca Municipal, onde ficam a Pinacoteca e uma sala batizada com o nome do artista. 
 
Em uma das telas mais impactantes, o autor projeta a casa do fundador de Rio Preto, João Bernardino de Seixas Ribeiro, a primeira de tijolos onde imperavam as simples moradias de pau-a-pique. Segundo historiadores, a moradia foi construída onde hoje se cruzam as ruas Tiradentes e Voluntários de São Paulo.
 
Os quadros proporcionam uma viagem ao passado. 
 



Categoria: VOCÊ SABIA?

Criado em: 04/04/17 17:04:30

Sobre Autor

Raul Marques atua na imprensa de São José do Rio Preto (SP). Desempenhou as funções de produtor, repórter, chefe de reportagem, repórter-especial e editor. Trabalhou durante 12 anos no jornal Diário da Região, onde atuou na cobertura da Guerra Civil no Haiti e produziu importantes reportagens e séries especiais sobre história, comunidade, trânsito, turismo, meio ambiente e saúde. Tem dois livros publicados.