Visita inesquecível à Basílica
(017) 99621-4648

Visita inesquecível à Basílica

Nasci em uma família muito católica, e desde pequena sempre frequentei igrejas e achava tudo muito lindo. Enchia-me de felicidade quando entrava naquelas construções,muitas delas históricas, e via o quão cheio de detalhes, cores e simbolismo cada objeto dali de dentro tinham.

Por isso, em cada cidade que já tive a oportunidade de visitar, fiz questão de ir até uma de suas igrejas. E aqui em São José do Rio Preto não foi diferente!

Confesso que, depois de quase 5 anos morando aqui, nunca tinha entrado na Basílica. Mas, sempre quando passava em frente, aquele monumento parecia me convidar a entrar. Em uma de minhas andanças pela cidade, meu  marido me levou para finalmente conhecê-la.

Já logo na escadaria senti que esta seria uma experiência diferente de todasas outras que eu já tinha tido algum dia, e realmente foi. Quando entrei meus olhos não sabiam por onde começar. Nunca tinha visto algo tão delicado, mas ao mesmo tempo tão imponente.

Todas  as esculturas, de uma perfeição ímpar, as pinturas retratando passagens tão importantes da Escritura Sagrada, a vidraçaria... Tudo me impressionou muito.

Mas o que mais me chamou a atenção foi o teto, tão alto, mas todo desenhado à mão, de uma delicadeza enorme, o que me fez pensar o quão difícil deve ter sido a conclusão decada pintura dali. Hoje, tenho um carinho enorme por essa cidade que me acolheu como uma verdadeira filha, e tenho muito orgulho de poder contar essa experiência que tivecom um dos pontos históricos mais lindos, em minha opinião, de nossa cidade.

É   por   isso   que   todas   as   vezes   que   tenho   oportunidade,   faço   questão   de   ir   até   lá novamente, simplesmente pelo  prazer de  comtemplar uma obra tão rica que tem a capacidade de nos deixar mais perto de Deus!  

Daiane Fontanelli é jornalista




Categoria: EU FUI

Criado em: 05/04/17 23:04:13

Sobre Autor

Raul Marques atua na imprensa de São José do Rio Preto (SP). Desempenhou as funções de produtor, repórter, chefe de reportagem, repórter-especial e editor. Trabalhou durante 12 anos no jornal Diário da Região, onde atuou na cobertura da Guerra Civil no Haiti e produziu importantes reportagens e séries especiais sobre história, comunidade, trânsito, turismo, meio ambiente e saúde. Tem dois livros publicados.